Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por Regis Medina em Sab Out 16, 2010 5:34 pm


Muitas vezes o misticismo aparece disfarçado de ciência. A homeopatia está bem aceita na sociedade como um todo, inclusive sendo usada e aprovada por alguns médicos.
Isto faz parecer que ela está respaldada pela ciência, não?
Comentem se desejarem, o que acharam destes vídeos e texto.

BBC - Testando a Homeopatia


James Randi explica a Homeopatia - parte 1

Parte 2


Fracassa suicídio homeopático em massa


Precisamente às 10:23 da manhã do último dia 30 de janeiro, mais de 400 céticos britânicos ingeriram quantidades maciças de remédios homeopáticos buscando uma “overdose” que, se a homeopatia funcionasse, deveria ter causado sérias consequências. Felizmente, como se queria demonstrar, todos saíram ilesos deste protesto público contra a venda de “remédios” homeopáticos que não possuem qualquer efeito comprovado além do placebo. Uma overdose de pílulas de açúcar não tem efeito maior do que uma bala. De doce, claro.
[continue lendo aqui]

Aliás, o relato do Estadão (23/02/2010) também está muito bom!

Talvez por isso, o Parlamento Britânico tenha tomado, em fevereiro, uma posição mais dura que preocupou homeopatas em ambas as margens do Atlântico (uma solução, que, a propósito, contém a "memória" de toda a vida na terra...)


A notícia é de "O Dia":
Um debate sobre a eficiência da homeopatia na Inglaterra cruzou o Atlântico e chamou a atenção de especialistas brasileiros. A polêmica foi causada porque, esta semana, a comissão de Ciência e Tecnologia do Parlamento Britânico emitiu um relatório afirmando que remédios homeopáticos não têm eficácia. O órgão recomenda, inclusive, que o governo britânico pare de oferecer esse tipo de remédio na saúde pública.

A comissão compara a eficiência das pílulas homeopáticas ao placebo - cápsulas sem princípio ativo, receitadas por médicos para criar efeito psicológico em pacientes, ou para comparações de eficiência com outros remédios.

O governo britânico gasta apenas R$ 500 mil de seu orçamento de R$ 300 bilhões para a homeopatia, mas autores do relatório chegaram a defender que os pacientes estão "sendo enganados".

O deputado Phil Willis, presidente da comissão, exagerou: para ele, nenhum estudo jamais comprovou a eficácia da homeopatia.

Reconhecimento da OMS
A afirmação é contestada por vários especialistas que trabalham com este tipo de tratamento no Brasil. "A homeopatia é uma terapia que está fazendo 214 anos, tem reconhecimento da Organização Mundial de Saúde e de publicações científicas importantes. Se a homeopatia é placebo, está enganando muita gente e estes órgãos há muito tempo", observa a farmacêutica homeopata Carla Holandino, professora adjunta da Faculdade de Farmácia da UFRJ, coordenadora do Laboratório Multidisciplinar de Ciências Farmacêuticas.

"Os métodos usados para gerar este relatório não são claros, enquanto há muitos estudos que atestam a eficácia da homeopatia, inclusive comparando pacientes que recebem o medicamento com placebo", lembra Francisco José de Freitas, chefe do Departamento de Homeopatia e Terapêutica Complementar da Unirio.
Fonte: Coletivo ácido cético
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por erreve em Sab Out 16, 2010 9:21 pm

Eu sou suspeito para falar. Me trato com homeopatia desde pequeno. E tenho tido resultados com o tratamento.

Placebo? Não me importa. O que me importa são os resultados e esses, apesar do Dráusio Varela, no meu caso, têm sido confiáveis.
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por Regis Medina em Sab Out 16, 2010 10:14 pm

Conheço muitas pessoas que também falam que obtiveram resultados e com certeza o resultado final é o que mais interessa para quem esta em busca de uma cura. Muitos afirmam terem resultados positivos em animais e isso aparentemente exclui o efeito placebo, embora os críticos disso afirmem que não, pois os animais e até bebes cuidados recebem na homeopatia um cuidado muito diferenciado de atenção e de carinho. Os princípios envolvidos da homeopatia são estranhos a razão como a conhecemos e flertam com o misticismo ao ser "explicado" por muitos defensores. O lado bom é que diferente dos chás populares que se tomam por aí, a homeopatia jamais representará um risco de intoxicação, envenenamento ou overdose. Por outro lado se alguem com grave doença abandonar um tratamento médico para a homeopatia, com certeza arrisca a vida.

Da Wiki retirei este trecho:

Escassez de indícios de eficácia
Alguns cientistas consideram a homeopatia como um resquício pseudocientífico dos tempos da alquimia. Os resultados iniciais atribuídos à homeopatia podem ser explicados como efeito placebo. Alega-se que os medicamentos homeopáticos foram cientificamente testados (no chamado estudo duplo-cego, para controlar os efeitos placebos) várias vezes e alguns desses testes produziram resultados positivos. A maioria dos cientistas atribui isso a flutuações aleatórias, uma vez que os resultados quase não são mensuráveis, não podem ser reproduzidos de modo confiável e há uma grande quantidade de testes em que a homeopatia falha. Além disso, o modo básico como os testes são realizados leva uma pequena fração dos testes a produzirem falsos resultados positivos. Normalmente isso é evitado por meios estatísticos, mas quando uma grande quantidade de testes são realizados, um ou dois produzirão resultado positivo por efeitos aleatórios.
Em agosto de 2005, a revista científica The Lancet publicou u'a metanálise de 110 experimentos homeopáticos placebo-controlados e 110 experimentos médicos convencionais, baseados no "Programa para Avaliação de Medicinas Alternativas" do Governo da Suíça. No artigo os pesquisadores apresentam sua conclusão de que afinal "os efeitos clínicos da homeopatia são nada mais que efeitos placebo".[13]
O Parlamento da Grã-Bretanha também fez uma análise da eficácia de remédios homeopáticos. Os resultados apontam que as explicações científicas para a homeopatia não são convincentes. O governo britânico recomenda a interrupção imediata desse tipo de remédio no serviço público de saúde daquele país.[14]
↑ SHANG A., HUWLER-MÜNTENER K., NARTEY L., JÜNI P., DÖRIG S., STERNE JA, PEWSNER D., EGGER M. (2005). Are the clinical effects of homoeopathy placebo effects? Comparative study of placebo-controlled trials of homoeopathy and allopathy, Lancet 366 (9487): 726–732 [2], [3]
↑ Homeopatia não tem comprovação, diz estudo britânico - Jornal Nacional, 22 de fevereiro de 2010 (visitado em 23-2-2010).


Uma coisa eu tenho certeza, qualquer esperança da um "up" na gente e isto melhora muito nosso vigor e recuperação. Entre dois pacientes hipotéticamente com o mesmo estado físico, com certeza se um tiver depressivo, ele certamente terá uma cura mais lenta, se é que vai ter... Os que tem fé que deus vai promover uma cura, mesmo que até o último suspiro tem em geral uma aparente qualidade melhor de vida e humor baseado na esperança, na certeza. Existe gente que defende ser a crença mística produto da evolução biológica humana, selecionando os mais otimistas e menos propensos a ser totalmente materialistas. Saber da inevitável morte já é um golpe no ser racional, quem trabalhar melhor isso tem mais forças para enfrentar os problemas do dia-a-dia. A resposta dos primeiros homens pode ter sido deuses e o alem.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por erreve em Sab Out 16, 2010 10:50 pm

Na verdade me preocupa a campanha que está sendo feita pelo Dráusio Varela para desacreditar os tratamentos alternativos.

Há um projeto de Lei no Congresso, o Ato Médico, que dará aos médicos superpoderes. Segundo essa Lei, se aprovada, nada poderá ser feito na área da saúde sem uma autorização prévia de um médico. Um fisioterapeuta, por exemplo, só poderá executar os tratamentos indicados pelo médico, quer dizer o médico é que definirá o que o fisioterapeuta fará.

Também há um forte corporativismo dos laboratórios farmacêuticos, no sentido de desacreditar outras terapias. Junto com as informações sobre homeopatia, acho que seria honesto que se fossem levantadas as consequências dos erros dos laboratórios. Remédios que matam e aleijam e que são retirados de circulação apenas depois de alguma ação de um órgão fiscalizador.

Exemplos recentes da má fé dos laboratórios são as suspeitas do envolvimento dos laboratórios na divulgação exagerada da Gripe Suína (o laboratório do único remédio que combate essa gripe, o Tamiflu, incluido nos escândalos da Erenice e família, embora o laboratório, obviamente, negue de pés juntos) e o remédio para diabéticos, recém suspenso, que provocava derrame. Esses são apenas os casos mais recentes.

Há também a manipulação de fórmulas que são apenas conhecidas pelos laboratórios, os médicos só conhecem e mal sabem o que significam as respectivas bulas.

Outra fraude muitas vezes perpetradas pelos grandes laboratórios: Um laboratório muda o nome de um ingrediente e relança no mercado o medicamento antigo como se fosse novo, com outro nome, a um preço escorchante.

Há um remédio da moda, receitado aos pacientes com altas taxas de colesterol, cujo uso continuado leva os pacientes à hemodiálise. A maioria das pessoas, confiando na capacitação do médico, toma esse remédio sem ter conhecimento de seus efeitos colaterais.

Não é à toa que os consultórios médicos vivem assediados pelos representantes comerciais dos grandes laboratórios. Há denúncias de que médicos ganham dinheiro dos laboratórios para receitar certos remédios.

Tudo isso sabe-se, tudo isso é denunciado, mas nunca investigado, mesmo quando há provas contundentes da fraude. O poder econômico dos laboratórios é muito grande.
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por Regis Medina em Sab Out 16, 2010 11:43 pm

Isso tudo é muito sério Erreve. A enfermagem faz alguns anos está de orelha em pé com a lei do Ato Médico, psicólogos também e outras áreas.
Para ser franco, meu tempo de experiência vendo muita coisa em hospital grande me faz ter uma opinião dividida.

Acredito que muitas coisa previstas no Ato Médico são necessárias ( o COFEM me mata), a maioria de profissionais da saúde estão mais interessados em status, um "Dr" sem mérito para cada bacharelado do que realmente se responsabilizar pelo que faz. Já vi muita burrada com B maiúsculo de enfermeiros querendo dar uma de médico, de psicólogos querendo dar um de psiquiatra. Vidas estão em jogo e em matéria de competência acredito que os médicos tem razão. Na saúde cada ato tem de ter uma visão bem mais ampla e profunda do que cursos como enfermagem, psicologia, fisioterapia dão, tem de ver as conseqüências lá adiante.

Porem isso não significa que a super classe médica seja de pessoas que cumpram isso de forma competente e visando somente o bem estar do ser humano, longe disso.
Na teoria era para ser assim, mas o fato é que classe médica é elite pura, com filhinhos mimados de papai fazendeiro ou de longa tradição médica. Minha experiência em hospital também mostrou como infelizmente são raros os humanamente comprometidos. Por ser também hospital escola ao lado da faculdade, vi como eles se importam com os pacientes fazendo festas barulhentas intermináveis e regada a drogas na piscina ao lado da enfermaria onde em geral estão pacientes terminais de CA. Quarto andar e pacientes sem dormir pedindo para alguem chamar a policia, que obviamente nem mais da bola para isso e nem quer mexer com aquela turma endinheirada e influente.
Esses jovens tem nos jornais local um histórico de atrocidades que vai até a um caso que queimaram gravemente um colega ricaço na república.
Então o que era para ser nobre, humano, que exige estudo mínimo bem maior que muitas outras áreas e que na verdade tem de estudar o resto da vida, é também um nicho de pessoas irresponsáveis. Talvez em escolas publicas de medicina ela seja levada mais a sério, mas a PUC de Sorocaba, embora tenha bons médicos tem também esse mau exemplo a vista de todos todo ano.

Outro ponto de preocupação, é como falou o interesse comercial dos laboratórios. Médicos são assediados por vendedores com brindes, amostras grátis, viagens pagas para congressos, e muitos presentes. Não sei se entrou para valer em vigor, mas isso estava para ser proibido, e tem mesmo. Tem de haver organismos fortes para monitorar esses laboratórios, mas como envolve dinheiro, segredos, patentes e política isso é muito restrito.

As sérias falhas na medicina científica abrem buracos para o que chamam de medicina alternativa, cujo termo pouco representa a verdade. Só é alternativo, alguma opção que temos de igual equivalência. Na maioria dos casos não há nenhuma opção equivalente. É como as TJs que alardeiam "alternativas" para transfusão de componentes do sangue. Que alternativas? Na verdade são paliativos que não substituem nada, apenas tentam ganhar tempo.

Mas com certeza a culpa maior é da própria medicina elitizada, impessoal, gananciosa.
Um canastrão simpático e atencioso que gasta tempo com seu paciente pode obter melhores resultados que um médico formado, antipático, frio, apressado e que por conta disso vai inclusive errar mais.
Talvez isso possa melhorar quando a medicina deixar de ser quase que exclusivamente para ricos.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por erreve em Dom Out 17, 2010 5:58 am

Prezado Reginaldo,

Infelizmente é um problema sério que apenas ressalta o abandono pelo governo (e não apenas o governo Lula), da área da saúde. É uma área que se discute pouco e se questiona menos ainda, dando margem a que se forme um corporativismo assassino que impede a sociedade de fiscalizar e exigir atendimento e tratamento de qualidade.

Sds,
RV


avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por Regis Medina em Dom Out 17, 2010 10:34 am

Embora eu não tenha certeza de quão confiável é a informação de um documentário de Michael Moore chamado: SiCKO, sinceramente fiquei impressionado com o sistema de saúde publico do Canadá, Inglaterra e sobretudo da França.
Apresentam sistemas estatais que deram certo segundo o documentário. Uma das coisa que mais me chamou a atenção, foi que a classe médica desses lugares pareciam menos elitizadas e mais acessíveis.
Na frança, mostra um médico do estado que faz plantões de atendimentos domiciliares sozinho em seu carro, não importa a hora que é chamado, ele vai e faz o atendimento.
Ele fazia a consulta e também medicava, algo que aqui é totalmente mal visto pela classe médica. Médicos somente entram em ação braçal em casos restritos a sua função, medicação, punções, sondagens, ou maior interação com o paciente são para a enfermagem. Aqui o pensamento médico acharia humilhante o trabalho feito na França.
Acho que poucas classes tem um corporativismo tão forte como a dos médicos aqui na Brasil. Pelo que sei, em toda existência dos CRMs são raríssimos algum caso de médico punido duramente.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Homeopatia: Ciência ou misticismo?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum