A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová

Mensagem por Regis Medina em Qui Out 14, 2010 3:46 pm

cat A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová


Esta é uma afirmação estranha até mesmo para algumas ex Testemunhas de Jeová, mas não estou brincado com palavras, é exatamente isso e a direção das testemunhas de Jeová é consciente desta batata quente que tende a esquentar quanto mais o tempo passa.
Tudo está ligado a um ensino que pouco se fala hoje em dia entre as Testemunhas de Jeová, mas ele ainda é valido, nunca foi mudado e eles nem podem mudar, resta apenas não falar tão claramente sobre isso.
Trata-se da duração de cada dia criativo.

O tempo que abrange cada dia criativo está intimamente ligado a toda estrutura de crenças das testemunhas de Jeová. A cronologia doutrinal que vai desde a criação de Adão , os tempos dos gentios, a presença de cristo, os últimos dias, a aprovação e o papel das TJs, o reinado milenar, o fim do tempo de descanso de Deus, a criação de novas coisas, todos esses eventos são marcos cronológicos que sustentam sua base de crenças e o período em que acreditam viver, é tudo isto estritamente vinculado ao tempo em que se acredita abranger cada “dia criativo”.
Antigamente uma testemunha de Jeová sabia na ponta da língua quanto tempo durava um dia criativo, a resposta pronta seria: 7.000 anos.

As testemunhas de Jeová de então saberiam explicar o porque de ser cada dia criativo de 7 mil anos. hoje é raríssimo saber disso, e não sem motivo.
O surgimento desta crença remonta a antes das testemunhas de Jeová, parece ser surgida antes mesmo do movimento adventista do qual Russel tomou as bases para os “Estudantes da Bíblia” Alias os Estudantes da Bíblia até hoje sustentam abertamente os 7 mil anos de cada dia criativo.
A enciclopédia TJ "Estudo (nada) Perspicaz" no tópico "Dia" na pagina 710, a Torre indica que ainda pensa assim embora de forma dissimulada.

No registro bíblico, o relato de cada um dos seis dias criativos conclui com a declaração: “E veio a ser noitinha e veio a ser manhã”, primeiro, segundo, terceiro, quarto, quinto e sexto dia. (Gên 1:5, 8, 13, 19, 23, 31) O sétimo dia, porém, não tem esta conclusão, indicando que este período, durante o qual Deus tem estado descansando das suas obras criativas com respeito à terra, prosseguia. Em Hebreus 4:1-10, o apóstolo Paulo indicou que o dia de descanso de Deus ainda continuava na geração dele, e isso já era mais de 4.000 anos depois do início daquele período de descanso do sétimo dia. Isto torna claro que cada dia criativo, ou período de trabalho, tinha pelo menos milhares de anos de duração.

Ao se falar apenas em “milhares de anos” a Torre camufla a ignorância das TJs, que se acham superiores aos outros crentes em pensar que estão mais em harmonia com a ciência. Na verdade, milhares de anos ou um dia literal de 24 horas, dão na mesma ao se levar em conta que isto é um número insignificante comparado aos 4,5 Bilhões sustentados pela geologia.

De qualquer forma a Torre ainda sustenta sua crença em serem alguns milhares de anos, mas de forma alguma ela fala em milhões e muito menos em Bilhões para cada dia criativo, apenas reles milhares.
Mas nesses “milhares” mencionados agora vagamente no “Estudo (muy) Perspicaz” está omitido que a base cronológica doutrinal das Testemunhas de Jeová obriga existir um número exato de milhares de anos para cada dia criativo.

Por quê?

Porque como vimos na citação as Testemunhas sustentam a idéia de ainda estarmos no "sétimo dia", no dia de descanso, indicando que cada dia tem somente alguns poucos milhares de anos, pois se o sétimo dia fosse de milhões ou bilhões, significaria que o surgimento Adão e Eva, tidos como as últimas criações de deus, estariam também milhões ou bilhões de anos no passado e não os cerca de seis mil anos que a genealogia bíblica indica.
O sétimo dia da semana da criação é evidentemente equivalente aos outros seis.

Certo dia muito antes de 1975...

A encrenca de 1975 exemplifica bem como o tempo de cada dia criativo implica em nas bases de suas crenças.
Certo dia os membros do Corpo Governante começaram a pensar da seguinte forma:

Se estamos nos “últimos dias deste sistema de coisas” e isso é a iminência dos mil anos de Cristo o “Senhor do Sábado” e estamos também a pouco tempo de completar 6.000 anos da criação de Adão... Oras, já sabemos que cada dia criativo são 7 mil anos, sabemos que teremos mil anos de Cristo como rei e aí então ele entregará o reino para seu pai, e deus fará assim novas todas as coisas... Então os mil anos de Cristo, começam mil anos antes do final do Sábado da semana criativa, ou seja seis mil anos depois de findar a criação...
A ultima criação de Jeová foi Adão, e Adão faz seis mil anos em Outubro de 1975...Meu Deus !!!
Euréka !!! O mundo acaba em 1975 !

6.000 anos de Adão + 1.000 do reino de Cristo.
Aquela loucura começou assim, e tinha uma base que se mantem até hoje.

Assim se formou a certeza de que em 1976 só existiriam testemunhas de Jeová pisando neste planeta.
Ainda estamos todos aqui. Vão fazer em Outubro agora de 2010, 6.035 anos da imaginada criação de Adão.
Como nada ocorreu a Torre demorou um pouco para explicar, uns dois anos... Ela afirmou que isso era da cabeça de alguns, um mal entendido e mesmo porque não se sabe se Adão é a última criação, pode ter sido Eva, segundo a direção TJ.
Se fosse assim podemos dizer passou pelo menos 34 anos sozinho no paraíso, só com os bichos, e a cada ano que passa subentende conforme a desculpa da Torre que é mais um ano de solidão para Adão. Isso vai ficando cada vez mais ridículo.
De qualquer forma o que aconteceu em 1975 é uma bomba que não passou, pelo contrario, ela aumenta de tamanho a cada dia que alguém pega um livro e estuda sobre as formas de datação da Terra, sobre geologia, sobre ciências em geral.

Como foi explicado anteriormente os 7 mil anos de cada dia criativo nos liga a um período especifico de acontecimentos.
Se por acaso cada dia criativo for apenas mil anos a mais do que os 7 mil da doutrina TJ, então o Sábado de descanso de Jeová tem também mais dois mil anos e não estamos nos últimos dias, estamos há mil anos antes deles, Cristo não esta reinando no céu,, as Tjs não foram ainda refinadas e aprovadas segundo a crença cronológica explicada no livro Revelação, a pregação desesperada esta fora de época. Ora... Sem parousia, sem rei reinante, sem últimos dias, refino, aprovação, logo sem toda base doutrinal cronológica.
Toda estas crenças são dependentes da criação ter sido de 42.000 anos e de estarmos na sexta porção dos 7.000 anos do Sábado de descanso de Jeová. Se alterar para cima como vimos, fica longe demais, se alterarmos para baixo, era para já ter acontecido o armagedom há muito tempo. A Torre precisa que cada dia criativo sejam de 7mil anos.

Por isso que embora o Corpo Governante não mais deseja falar claramente desta doutrina, também não pode realmente abrir mão dela. Estão atrelados um ao outro num estúpido abraço mortal.

Testemunhas de Jeová que se batizaram há poucos anos nem de longe fazem essa ligação.
Para piorar ainda mais, tem a realidade.
Até agora falamos apenas sob a óptica da crença na genealogia bíblica como base para se datar a formação da Terra, ou seja, mesmo no aspecto mitológico as doutrinas das TJs entram cada dia mais em profundo embaraço. Mas ao levarmos em conta o mundo real, onde nem em sonho a Terra tem apenas alguns “milhares de anos” então a coisa se torna totalmente hilária.
Já fazem alguns séculos que as evidencias indicam que a Terra tem muito mais do que apenas 42 mil anos, e isso sem ter os métodos de datação radiométrica, pessoas inteligentes perceberam as movimentações das placas tectônicas, o tempo que levariam para se deslocar, os sinais geológicos de eras antiguíssimas, a questão da temperatura do núcleo terrestre.
Por outro lado, em pleno século XXI ainda temos o extremo oposto daqueles primeiros pensadores de séculos atrás. Pessoas jovens com conhecimento cientifico similar a pessoas de 500 anos atrás ou bem mais. Testemunhas de Jeová estão nesse grupo apesar da religião dar a elas uma sensação de estarem bem informadas, estão de fato achando que a Terra tem alguns milhares de anos, que Adão foi o primeiro humano, que este ganhou uma esposa feito de sua costela, que uma serpente possuída enganou sua esposa induzindo ela comer uma fruta que lhe deu consciência que estava nua e que por isso até hoje toda humanidade nasce com o pecado de Adão que também comeu da fruta, que foram expulsos do paraíso para não comer também da fruta da arvora da vida , que Jesus morreu para pagar esta desobediência (de literalmente comer uma fruta), etc. etc. etc.

Não estudem testemunhas de Jeová. Se afastem de todo ensino superior (e nem precisa ser ) que possa enfraquecer sua fé. Mantenham sua confiança em homens que protegem paternalmente sua fé te enganando, mas para o vosso bem.



Última edição por Regis Medina em Qui Dez 02, 2010 5:21 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová

Mensagem por Regis Medina em Sab Out 16, 2010 2:31 pm

Queria acrescentar algumas coisas nessa argumentação que sei não ser muito digerível.
Achei interessante encontrar mais um grupo alem dos atuais "Estudantes da Bíblia" que também sustentam o período de criação da terra como sendo de 42.000 anos e acreditar estarem vivendo no período de "descanso" de Deus as vésperas dos 1.000 de reinado de jesus. Se trata dos "The True Faith Jehovah’s Witnesses", algo como "Testemunhas de Jeová da verdadeira fé" da Romenia.
Pagina oficial
Num artigo intitulado: "Sábado, a sombra e a realidade
Eles lá também defendem abertamente este entendimento que hoje as TJs omitem mas não rejeitam.
Outro ponto referente aos 7.000 anos é a importância simbólica do número 7 na maioria das religiões cristãs, que consideram este número como representação do perfeito. Sendo assim ao final de cada dia criativo o trabalho divino era perfeito.
Uma curiosa versão judaica também apresenta muitas similaridades. Vejam só:

Uma vez que há um total de 7 ciclos Shmittah, cada um 7.000 anos de comprimento = 49.000 anos. (ספר התמונה)
No momento, estamos no ciclo 7, fazendo 6 ciclos x 7000 anos = 42.000 anos antes da criação de Adão HaRishon (לבנת הספיר)
Desde esses anos antes אדם הראשון, Devem ser medido em anos Divina ao invés de anos terrestres.
(רב יצחק מעכו)
Um dia divino é 1000 anos terrestres de comprimento (מדרש)
Um ano divino é, portanto, 365 1 / 4 x 1000 = 365.250 anos terrestres
Assim, o universo é 365.250 x 42.000 = 15.340.500 mil (cerca de 15 bilhões de anos)
Este é o mesmo tempo reivindicado por cosmólogos (8 - 20 mil milhões)
Science and Judaism
Encontrei muitos sites judeus defendendo esta visão.

Talvez alguem argumente que podem os dias criativos não serem exatamente números exatos como 7.000 anos, mas segundo a doutrina TJ, não podem também ser números largos a ponto de o "Sábado de descanso da criação" deslocar o tempo a ponto de tirar a humanidade dos "Últimos dias" e se forem apenas 100 anos a mais sendo supostamente 7.100, então os "últimos dias ainda estão para começar em 2014, invalidando tudo que as TJs falaram até agora.
Viajar na própria doutrina TJ é apenas uma brincadeira com o que o Copo Governante leva a sério, um ensaio de loucura pelas profundezas obscuras de seus ensinos. Ensinos esses, que por si só tentem a se desmoronar sem nem levarmos em conta a realidade.



avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová

Mensagem por Paulo Arroio em Dom Out 17, 2010 9:50 pm

Olá Reginaldo, estamos com saudades de todos ai!

A ciência com suas descobertas, tem envergonhado não só a Torre, mas toda religião cristã que considera a bíblia infalível. Os fósseis com milhões de anos, são prova que Deus não criou as coisas com 6 dias criativos de 7.000 anos cada, como ensina a Torre e outras religiões.

Alias a Torre tem a mania de copiar os dogmas dos outros, o Corpo Governante não estuda a bíblia, mas sim os escritos de outros religiosos, e depois se dizem orientados por Deus.

Sobre os 6 dias criativos de 7.000 anos cada, é possível que estudaram os escritos do arcebispo irlandês James Usher, que em 1650, fez as contas e concluiu que Deus criou o mundo às 15h30 do dia 23 de outubro de 4004 a.C. (Superinteressante, dez/99, pág. 30). O arcebispo tambem afirmou que Deus traria o fim do mundo em 1996.

Interessante que o bispo apontou o mês de outubro, o mesmo usado pela Torre. Porque será heim?

O problema que a bíblia em gênesis deixa claro que cada dia criativo tinha 24 horas, pois cada dia tinha manhã e noite, é impossível um dia de 7.000 anos ter manhã e noite.

Ambos os dias criativos, o de gênesis de 24 horas ou o dia criativo da Torre de 7.000 anos, são mais furados do que queijo suíço.

avatar
Paulo Arroio

Mensagens : 4
Data de inscrição : 08/10/2010
Localização : São José do Rio Preto - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová

Mensagem por Regis Medina em Seg Out 18, 2010 8:31 am

Nós aqui também temos muitas saudades de todos vocês Paulo. Espero que a gente se veja novamente pessoalmente. Ainda daremos um pulo por aí.

Muito interessante o que falou sobre James Usher. Quanta ironia, a Torre de Vigia sempre bebendo de Babilônia.
Que filha ingrata!
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Idade da Terra destrói toda base doutrinal das Testemunhas de Jeová

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum