Aconteceu, mas era invisível.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aconteceu, mas era invisível.

Mensagem por Regis Medina em Ter Maio 24, 2011 10:32 am



(NEWSER) - A nova frase favorita de Harold Camping: "Antes tarde do que nunca". O pregador da Califórnia tem uma explicação simples do porque o arrebatamento não aconteceu no sábado: Ele tinha uma margem de cinco meses. Doh! O real arrebatamento será 21 de outubro. (Eu sabia, sempre é Outubro) Ele havia dito que era o dia em que o planeta seria consumido por uma bola de fogo. Acontece que sábado foi "um dia do julgamento invisível" em que um julgamento espiritual aconteceu, disse ele. Mas o timing e a estrutura é a mesma que sempre foi, Camping acrescentou em um comunicado à imprensa esta noite.

"Nós sempre dissemos 21 de maio foi o dia, mas nós não entendemos completamente o significado espiritual", explicou. "21 de maio é o dia em que Cristo veio e colocou o mundo sob julgamento."

Ahh Bom.

Só para lembrar, os adventistas quando ficaram de vestes brancas em cima dos telhados de suas casas esperando serem arrebatados para o céu em outubro 1844 e depois em 1845, concluiriam que de fato não erraram, pois não discerniram na época que se tratava de um evento espiritual, pois segundo eles e um ensino que dura até hoje, Jesus Cristo entrou em 1844 no Santíssimo onde recebeu o livro com os sete selos e desde então esta julgando a humanidade. Quando ele terminar este trabalho burocrático vem o Armagedom.
Na minha opinião, ou ele esta muito precisando de ajuda ou tá fazendo corpo mole, são mais de 150 anos sem sair dessa papelada. Jesus dos Adventistas deve ser o patrono do funcionário publico.

Se o Jesus dos Adventistas é um burocrata desanimado, o das Testemunhas de Jeová é um terrível piadista que a cada momento informa coisas diferentes aos seus representantes na terra, ou em melhor hipótese, esta com um quadro avançado de Alzheimer.

Mas não é só os adventistas não. A cria bastarda deles e não reconhecida em cartório, só não esconde sua origem por causa do DNA. As Testemunhas de Jeová nasceram mamando em seio adventista, mas hoje não se suportam. As Testemunhas de Jeová pregaram por muitos anos que Jesus era rei no céu desde 1874 e que os "últimos dias" começaram em 1799 com a invasão dos exércitos de Napoleão no Egito e que em 1914 seria o temível Armagedom em que fora as Testemunhas de Jeová o resto da humanidade iria virar comida de passarinho.
Como hoje temos internet e plano dentário é fato que o fim não veio. Ledo engano, veio sim! Segundo as Testemunhas, mas não como pensaram. Após esperarem o fim para 1915 e também 16, 17 e 18, lá por volta dos anos 20 descobriram que na "verdade" é em 1914 é que Jesus se tornou rei invisível e não em 1874.
Num reboot digno de Windows Milenium reiniciaram seu sistema de crenças apagando 1799, 1874 e alterando o sentido de 1914. Essa sopa de datas confunde qualquer um, até mesmo as TJs.
Desde o reboot tudo se inicia a partir de 1914 e com a crença que o fim viria em 1925... Ahamm.
Muitas outras datas e "sugestões" do fim são lançadas pela orientação do "espírito santo" enviado por Jesus aos lideres das TJs o chamado "Corpo Governante" e "escravo fiel e discreto".
De discretos mesmo, são ao tentar apagar tudo isso de sua história, varrendo tudo que pode debaixo do tapete de sua sede mundial em Brooklyn NY. Por cima vai algumas datas de expectativa frustrada das TJs cuja maioria hoje desconhece:
1799 - 1874 - 1914 - 1915 - 1916 - 1917 - 1918 - 1920 - 1925 - 1934 - 1944 - 1975 - 1984 - 1994 - 2000 - - - - - - próxima frustração já lançada- 2034
Para cada um desses casos citados acima se tem publicações das proporias TJs criando em seus membros expectativas. (caso alguma TJ desconheça algumas delas, entre em contato ou exponha qual.)

Se o Jesus dos Adventistas é um burocrata desanimado, o das Testemunhas de Jeová é um terrível piadista que a cada momento informa coisas diferentes aos seus representantes na terra, ou em melhor hipótese, esta com um quadro avançado de Alzheimer.
Não são apenas os Adventistas e as TJs que lançaram datas para diversos acontecimentos "proféticos" que acabou em constrangimento e auto justificações, são literalmente centenas de casos desde o primeiro século.
Buscar justificar as frustrações com eventos invisíveis também é desculpa comum desde o começo. O crente em geral não admite estar enganado e vai até alem da beirada do precipício ignorando pelo caminho todas placas de alerta. A mente humana parece não saber trabalhar tamanha frustração, prefere ignorar que esta errada.
Um medo maior que o da morte.


_________________
A inexistência de deus para mim não é negação, se trata de constatação. Não é fé, mas probabilidade. No mínimo 99,9% a chance de deus não existir. E só não digo 100%, exatamente porque deus não existe..
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aconteceu, mas era invisível.

Mensagem por erreve em Dom Maio 29, 2011 9:35 pm

[justify]Não tinha reparado neste "post", mas esse cara realmente é surpreendente. Sua (dele) cara de pau só se compara à de nosso ex-presidente ao negar o mensalão. Exclamation

Esses tipos sempre encontram quem acredita neles e semrpe tem um jorrnalista disposto a lhes dar os seus 15 minutos de fama...[/jutify]
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum