Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por erreve em Qui Fev 10, 2011 9:04 am

Uma questão que de vez em quando vem à tona nas discussões sobre as arbitrariedades da Torre de Vigia, se refere à posse de Salões dee Assembléia e Salões do Reino, construídos com as contribuições dos membros de algumas das congregações. Como qualquer TJ sabe, ela contribui para a construção de seu Salão do Reino, mas, depois de construído, a proprietária é a Torre de Vigia através de alguma Sociedade Jurídica a ela filiada.

Esse procedimento parece injusto, embora haja questões que merecem ser consideradas, principalmente no caso de países como o Brasil, em que, até onde é do meu conhecimentoo, muito poucos membros da religião efetivamente contribuem sequer para cobrir as desepsas de seus próprios Salões. Mas alguns contribuem e não têm qualquer direito sobre o imóvel que ajudaram a construir ou seu terreno, que ajudaram a comprar.

O verdadeiro problema surge quando a Torre de Vigia, por razões que lhe dizem respeito, resolve fechar o prédio e vender essa propriedade, ficando com todo o produto (lucro) da venda para si.

Bem, parece que alguns anciãos estão acordando para o problema e, descobri hoje, lá fora, há processos correndo contra a Sociedade, alguns dos quais até com ganho de causa para os queixosos.

Os "links" (em inglês) sobre o assunto estão a seguir. Não acessei a maioria deles por absoluta falta dempo, mas oportunamente vou visitá-los e até traduzir o que possa ser de interesse. Estou disponibilizando essas informações para quem desejar obter maiores detalhes e, quem sabe, até, conpartilhá-las com aqueles de nós, têm dificuldade para ler o material original.

Um abraço a todos os que aqui vêm, Smile

RV

Em breve mais informações sobre Menlo Park. Estive ocupado com questões de família desde novembro. Ap mesmo tempo, as queixas no caso de Menlo Park foram menos do que claras quanto a prover alguma informação, portanto levantar informações tem sido como tirar água de pedra. Mas as coisas estão evoluindo e devem estar concluídas por volta de março ou abril.

Passarei para vocês as atualizações assim que estiverem prontas para serem divulgadas.


JUANVIEJO2. Re: Local Kingdom Hall Suing the WTBTS . Disponível em http://www.jehovahs-witness.net/watchtower/scandals/205894/1/Local-Kingdom-Hall-Suing-the-WTBTS. Acesso em 10/02/11

Outros endereços sobre o assunto (em inglês):

http://www.jehovahs-witness.net/jw/friends/203018/1/Who-Owns-Kingdom-Halls-Land
http://www.jehovahs-witness.net/watchtower/scandals/199355/1/Menlo-Park-CA-USA-Kingdom-Hall
http://www.jehovahs-witness.net/watchtower/scandals/200754/1/Menlo-Park-Kingdom-Hall-Part-Deux
http://www.jehovahs-witness.net/jw/friends/197640/1/The-real-story-on-why-The-Watchtower-society-lost-a-Kingdom-hall-in-Bonham-Texas
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por erreve em Dom Fev 13, 2011 6:37 pm

Aí vai um primeiro "post" sobre o assunto. Se tiver tempo ainda hoje coloco mais. Smile

Recebi um "e-mail" anônimo no Ex-Jw.com (ex Jehovah Witnesses On Line; http://ex-jw.com) que tinha a ele anexado um arquivo jurídico. As duas primeiras páginas pareciam ser de arquivos legais, mas as demais pareciam documentação impressa padrão, não no formato legal de espaço duplo e linhas numeradas. O remetente anônimo informou que "as encontrou em outro sítio da 'web'..." - mas não passou nenhuma pista de onde poderia estar.

Procurei no Google pelas palavras-chave mas nada apareceu – o que é muito incomum se algo do tipo do material enviado estivesse na Internet. Aparentemente, os documentos legais foram arquivados em agosto de 2010.

Os documentos apresentavam uma queixa contra um "superintendente do escritório," "um recém-designado Superintendente de Distrito" e outros. Os queixosos parecia ser um grupo de anciãos do Salão do Reino (SR) de Menlo Park (Califórnia -- CA) que também eram chamados de "cotistas."

Em resumo, a queixa dizia que a Sociedade Torre de Vigia estava tentando forçá-los a remodelar seu Salão do Reino conta a vontade deles. Por outro lado souberam que sua congregação seria fundida com a de Redwood City (CA – EUA). Os [anciãos] locais, aparentemente, resolveram se posicionar contra.

A situação parece ser semelhante aos eventos que ocorreram em Bonham, Texas, vários anos atrás.

Se, no passado, houve um grupo de "cotistas" que ajudou a construir o SR de Menlo Park, então parece que eles estão colocando sua queixa para proteger o seu investimento. Se os fatos declarados forem verdade, então parece ser outro caso em que a STV quer ficar com uma propriedade já quitada numa propriedade valorizada e obrigar os membros a viajar vários quilômetros para cortilhar um outro SR.

Se alguém tiver mais informações ou puder confirmar as alegações gerais do processo, por favor me informe. Eu gostaria de investigar isso mais afundo e colocar um artigo no Ex-JW.com

Um amigo meu em Nebrasca me contou recentemente que eles estão fechando vários Srs naquele estado e obrigando os fieis a viajar 40-65 km para ir a SRs com mais de uma congregação. Em alguns casos eles estão construindo novos e fundindo duas ou três congregações para se reunirem neles.Por outro lado, uma longa viagem no inverno em Nebrasca pode ser brutal e perigosa.

Quaisquer informações que possam me esclarecer a respeito desse assunto serão muito apreciadas.

Juan Viejo (aka "exjwdotcommie")


P.S. Este assunto será mais tarde postado também no JWR (Ex-Jehovah's Witnesses Forum and Recovery Site; http://exjehovahswitnessforum.yuku.com/)

JUANVIEJO2. Menlo Park (CA - USA) Kingdom Hall. Disponível em: <http://www.jehovahs-witness.net/watchtower/scandals/199355/1/Menlo-Park-CA-USA-Kingdom-Hall>. Acesso em 13/2/2011
Acho que seria interessante investigar também o caso de Bonham Texas, mencionado no "post", mas isso fica para depois. Primeiro vamos procurar o que há de concreto com relação a Menlo Park.
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por Regis Medina em Seg Fev 14, 2011 2:40 am

Erreve esta noticia que nos trás é muito interessante e reveladora.
Para mim o método da Torre agir com respeito aos financiamentos para compra e construção de salões se parece demais com estelionato.
Imagina uma pessoa te estimular para fazer um empréstimo com ela para que vc possa lhe presentear... E depois ela vende sei presente e fica com o lucro!
A idéia de se doar esse dinheiro é para suportar o "aumento" das TJs, é para o "REINO", mas o "REINO" é a WATCHTOWER. king king king king

Por outro lado, vender muitos salões e causar mais transtornos na vida de seus membros, não parece uma estratégia muito inteligente.
Pode ser um ato de desespero financeiro, embora a Torre esta construindo e mudando Betel de Brooklim. Se não for isso se trata de um total desprezo pelo esforço e dinheiro de suas fileiras.
Ei! Eu já vi esse sentimento antes aqui mesmo no Brasil. Não importa quão forte é o sol, quão trabalhoso seja vc ganhar o vil dinheiro, bão, bão mesmo é o povo de Betel.

Mas agora aparecer ancião dispostos a peitar Betel periodicamente é para mim inédito e muito importante.
Com certeza esses anciãos tem o apoio da congregação. O que Betel vai fazer com eles? Será que nos tempos atuais ela se pode dar o luxo de desassocia-los e perder uma congregação inteira, alem da propriedade?
De qualquer forma esses ancião terão para sempre o olho da Torre lhes observando com muito ódio.


Última edição por Regis Medina em Ter Fev 15, 2011 7:48 am, editado 1 vez(es)
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 46

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por erreve em Seg Fev 14, 2011 9:47 pm

Segue a tradução de um blog sobre o assunto. É uma tradução grande e ainda não fiz a revisão. depois eu volto aqui e corrijo os erros (que devem ser muitos) mas estou muito cansado para fazê-lo agora.

Golpe em Menlo Park – Parte Um

7 de novembro de 2010

Um pequeno grupo de Testemunhas de Jeová, ex anciãos do Salão do Reino de Melo Park (Califórnia – CA) instaurou um processo no tribunal federal local acusando vários líderes representantes da Sociedade Torre de Vigia de "Conspiração, Conspiração para cometer Fraude, Conluio, Fraude, Extorsão, Difamação, Calúnia Fraude eletrônica, e Fraude Religiosa" [Corte Distrital da Califórnia Para o Distrito Nordeste da Califórnia: CV10-3907 -- clique aqui para ler a queixa (em inglês) conforme apresentada ao tribunal ( http://ex-jw.com/wp-content/uploads/2010/09/Lawsuit-CV10-3907.pdf ).

As Testemunhas de Jeová, como os demais cristãos, acreditam que o roubo da propriedade de outrem e, então, mentir sobre isso é um pecado. De fato, três dos Dez Mandamentos abordam esta questão:

O 8º Mandamento: "Não roubarás."

O 9º Mandamento: "Não levantarás falso testemunho contra teu vizinho."

O 10º Mandamento: "Não cobiçarás a casa de teu vizinho ... nem qualquer coisa de teu vizinho."

A maioria das Testemunhas de Jeová fieis tenta viver segundo esses padrões, mesmo quando ensinam que Jesus substituiu aqueles Dez e, de fato, toda a Lei de Moisés por apenas dois mandamentos conforme registrado em Marcos 12:30, 31:

"Amar o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, toda tua alma, toda a tua mente e toda a tua força. O segundo é: 'Amar o teu próximo como a si mesmo.' Não há maior mandamento do que estes."

Está claro que os verdadeiros cristãos não considerariam roubar, deturpar, inventar mentiras ou manipulação ilegal para tomar a propriedade de outro irmão – ou de qualquer pessoa. Seria considerado um "pecado" – uma clara violação dos mandamentos de ambas as Escrituras Hebraicas e Gregas. Testemunhas de Jeová batizadas frequentemente são punidas, sendo repreendidas ou desassociadas por violação desses mandamentos e isso em complementação a quaisquer penalidades seculares [que venham a merecer].

Podemos questionar sobre algumas das predições, ensinamentos e práticas da Sociedade Torre de Vigia. Mas a maioria de nós, Testemunhas e Jeová e não-Testemunhas acreditamos que todo cristão deveria se esforçar em seguir esses claros mandamentos. A maioria concordaria que um "cristão" que rouba de outro irmão não é realmente um cristão, mas seria considerado "um iníquo, possuído pelo demônio ou servindo a Satanás."

Aparentemente, a liderança da Sociedade Torre de Vigia acha que não está debaixo das mesmas regras que se aplicam às fileiras das Testemunhas e Jeová. Há muitos exemplos do passado, mas a última e mais gritante violação pela Sociedade dos mandamentos do Senhor está acontecendo em Menlo Park, Califórnia (EUA).


Como se construíam e financiavam Salões do Reino no passado

Como a maioria dos Salões do Reino construídos entre 1945 e 1970, o Salão do Reino de Menlo Park foi financiado e administrado pelas Testemunhas de Jeová da região. Com o objetivo de regularizar os procedimentos. emitir ordens de compra de materiais e equipamentos, e para atender à regulamentação quanto ao uso do solo e de edificações, uma sociedade, sem fins lucrativos foi formada para legalizar a compra do terreno e a construção. Em muitos casos foi recebida uma pequena ajuda financeira da Sede de Betel em Brooklyn, NY. Quaisquer empréstimos e hipotecas foram arranjados localmente, usualmente através de um banco ou de terceiros. Frequentemente arranjados com o proprietário original do terreno ou de uma TJ de posses como fiadores.

Os curadores das sociedades dos Salões do Reino eram indicados entre os servos do Salão local e usualmente incluíam o Servo de Congregação, o Servo Ajudante da Congregação e um ou dois outros . Se, por alguma razão, um dos Curadores deixasse o Salão do Reino, incluindo morte ou razões disciplinares, os demais Curadores nomeariam um substituto. O indicado seria anunciado à congregação reunida e a indicação era confirmada por votação.

As contribuições e os donativos locais eram usados para amortecer a hipoteca, contas de utilidades, seguro e manutenção. Raramente a Sociedade Torre de Vigia ajudava ás congregações locais financeiramente, exceto em situações muito extremas não cobertas pelas políticas de seguro do Salão.

O Salão do Reino de Menlo Park

Basicamente, este foi o método utilizado para construir o Salão do Reino de Menlo Park. Os irmãos e irmãs locais ERAM OS DONOS do Salão em Bay Road, 811, a um passo da Bayshore Freeway (US 101). Para as comunidades em volta, havia acesso fácil ao Salão. Foi o "pai" de outros Salões do Reino locais construídos durante os quase 50 anos. À medida em que a comunidade local crescia, as Testemunhas e Jeová também cresciam na região.

Enquanto a população de área da Baía de S. Francisco explodia, o valor das propriedades subiram para a estratosfera. Os terrenos que foram vendidos por uns poucos milhares de dólares no fim dos anos 1950, agora valiam milhões. Mesmo com a recente crise econômica, o valor das ´propriedades na área da Baía continuaram altos em comparação com outras áreas do país.

Potes de Ouro Aguardam

A Sociedade Torre de Vigia está consciente de que possui milhões e, potencialmente, bilhões de dólares ligados às suas propriedades em todo o mundo. Os escritórios das filiais em terras estrangeiras aumentaram de valor, mas seus maiores bens estão vinculados a fábricas, prédios de escritórios e residenciais em Brooklyn, NY. A maior parte dessas propriedades foram compradas há muitos anos em liquidações, mas foram modernizadas e remodeladas com a ajuda de voluntários e de doações. Tais propriedades agora valem milhões e são altamente valorizadas pela comunidade de Brooklyn por causa de suas vistas deslumbrantes e acesso à Grande Nova York. O Corpo Governante das Torre de Vigia estava sentado numa "mina de ouro" – e eles sabiam disso. Rapidamente começaram a transferir suas operações para áreas rurais, construindo em terras agrárias baratas e doações. O Betel de Brooklyn estava quase para ser vendido.

Olhando para o continente Norte Americano, a liderança da Sociedade Torre de Vigia sabem que centenas de Salões do Reino, como o de Menlo Park que estão assentados e terreno valioso. O problema é que a Sociedade Torre de Vigia não possui esses Salões do Reino – as Testemunhas de Jeová locais é que são os seus donos. Eles tiveram que formular um plano para por o nome da Sociedade nessas propriedades para acrescentar a seus bens todas essas propriedades valendo milhões de dólares.

A liderança da Sociedade Torre de Vigia estava quebrando o 10º Mandamento. Pecavam por "cobiçar" as casas de seus irmãos e irmãs, aqueles Salões do Reino valiosos pertencentes a sociedades não lucrativas administradas pelas Testemunhas de Jeová locais.

Quem Possui a SUA Casa?

Nos Estados Unidos, os direitos de propriedade têm uma longa e gloriosa história. Nem mesmo o governo pode tirar sua propriedade a menos que ele consiga passar pelos obstáculos legais para exercer o direito de "eminent domain".1 Os donos de propriedades nutrem certas expectativas quanto a seus direitos serem definidos pelas leis da terra e protegidos pelos tribunais. Deixe-me exemplificar:

Você quer comprar um terreno e construir uma casa. Vai ao banco ou a uma financeira particular e negocia um empréstimo. É criada uma escritura dando-lhe o direito de proprietário, mas há também um acordo de hipoteca vinculado à propriedade. Enquanto você fizer os pagamentos acordados, proteger a propriedade com seguro e pagar os impostos – você tem a garantia (um acordo) de viver lá e fazer o que quiser. Ninguém virá tomá-la de você. Se alguém, usando documentos forjados ou se mudando para sua propriedade enquanto você está fora, você terá os meios legais para ajudá-lo a recuperar sua propriedade.

Suponhamos que você tenha uma hipoteca com o 8th National Bank. Você faz seus pagamentos todos os meses como acordado. Seu primo vê que você tem uma bela casa e que ela se tornou muito valiosa. Se ele apenas pudesse encontrar uma maneira de colocar o seu nome no acordo de modo a poder vendê-la sem seu consentimento. Ele realmente "inveja" sua propriedade. Ele vai ao 8th National Bank e lhes diz que você não cuidou de sua propriedade e que ela parece uma pequena ruína e precisa de uma pintura. Ele dá "falso testemunho" dizendo ao banco que "também possui a propriedade." Como ambos tẽm o mesmo sobrenome ela afirma que você é da "família." Ele também diz ao banco que você pode ter cometido algum crime, então, para proteger a propriedade e o interesse dele nela, eles devem renovar o empréstimo com a propriedade como garantia e colocar o nome dele no acordo para provar que ele é "coproprietário." Desse modo, diz ele, "se você for preso ou acusado de um crime," ele pode se mudar para a propriedade e assumi-la.Então ele é incluído no acordo edaí em diante se torna "coproprietário."

Se você descobre que seu primo fez isso com você para primeiro roubar sua propriedade e depois a vender para lucro próprio – deixando você sem nada – NÃO LUTARIA CONTRA ELE DE TODA MANEIRA POSSÍVEL?

Quando você ler os documentos dos queixosos no processo, verá que o exemplo acima é quase exatamente o que os "primos" de Menlo Park, lá em Patterson, NY, fizeram com eles. Os proprietários legais, representados no processo pelos reclamantes apelaram para que o tribunal reconheça e restaure seus direitos e declare que a Watchtower Society não tem direitos legais ou financeiros sobre a propriedade.

A Tarefa A Frente

Meus contatos anônimos, familiarizados com a situação – e conhecendo os Queixosos – me asseguraram que as acusações feitas contra eles são totalmente falsas e que eles foram vítimas de uma "armação" em parte coordenada pelo Departamento de Serviço da Watchtower. De acordo com meus contatos, estes homens tẽm sido Testemunhas e Jeová fiéis , publicadores ativos e anciãos durante décadas daquele Salão do Reino. Um dos meus contatos acrescentou os seguintes detalhes:

  • Os reclamantes não são "apóstatas" ou renegados. Não têm questões contra os ensinos e as políticas da Watchtower Society – exceto as que se referem a este caso;
  • Ambos os Reclamantes têm sido anciãos por anos e têm servido fielmente a congregação local. Eles não querem perder seus amigos. Não querem lutar contra a Organização. Não querem se "dissociar" ou serem "desassociados."
  • Conforme descrito nos documentos do tribunal, um dos defensores tentou provocar uma altercação física com os reclamantes. Embora tenham sido fisicamente atacados, os reclamantes não reportaram a agressão à polícia – o que, ele agora admite, provavelmente foi um erro.
  • A despeito da seriedade das acusações que fizeram, eles não estão buscando manchetes ou liderar uma revolta contra a Watchtower Society. Eles querem simplesmente que a liderança da Sociedade admita que cometeram erros, que seus representante s saíram da linha e agiram ilegalmente e que parem com sua atual política ilegal de confisco de propriedades.


Eles querem que a Sociedade pare de se esconder atrás do assim chamado "privilégio eclesiástico" quando seus representantes usam métodos ilegais e antiéticos ao lidar com as congregações locais. Foi isso que a "Prostituta Babilônia", a Igreja Católica, fez durante séculos. É este o modelo que a Watchtower Society deseja imitar?

Um Apelo A Favor Desses Irmãos

Os reclamantes recorreram ao enfoque legal para tentar as soluções que buscavam. Eles não estão atrás de compensação financeira – apenas os custos legais apropriados. Eles pedem um julgamento através de um juri; eles acham que se os jurados escolhidos do público em geral ouvirem o seu caso, que eles vencerão e seu objetivo será alcançado.

Eles foram informados por seus conselheiros legais que se tiverem um bom advogado ou um bom escritório de advocacia para representá-los que poderão vencer. Até o momento, os advogados interessados em assumir o caso querem milhares de dólares só para abrirem o caso e para as preliminares. Estes irmãos não têm este dinheiro disponível. Eles estão esperando que alguém conheça alguns profissionais da área legal que possam desejar pear o seu caso numa base pro bono.2

Eles também estão abertos a alguém que desejar criar um fundo para defesa para ajudá-los a cobrir as despesas. Se alguém que está lendo isto deseja ajudá-los a criar tal fundo, por favor contate o Editor em contact@ex-tj.com que passarei para eles as informação e ajudarei o máximo possível.

Notas do Editor:

Pode parecer estranho que o Editor de um sítio assim chamado "apóstata," anti-Watchtower teria algum interesse num pleito de Testemunhas de Jeová que ainda são parte e desejam continuar seguidores d oque ele considera um culto. Mas não é tão estranho assim. Para mim tem muito sentido.

Não estou numa cruzada para converter as Testemunhas de Jeová às minhas crenças pessoais. Que elas façam sua própria escolha sobre o que devem acreditar. Eu apenas quero que elas abram seus olhos para o que a Watchtower está fazendo com elas. Quantas vozes você pode chutar um cachorro até que ele se volte contra você? Mesmo considerando a maioria mal informada e mau orientada, eu acredito verdadeiramente que a maioria das Testemunhas está tentando fazer o que é certo, evitando o pecado e servindo a Deus da melhor maneira que podem. Estou convencido que esta é a situação da maioria. Mas então há aqueles, como os representantes viajantes identificados no processo citado que têm outros motivos e que apenas desejam servir "A Organização" para seu próprio bem – não para a glória de Deus e de Seu Reino.

Aqueles de nós que fomos TJs e que temos membros da família que ainda são, devem mostrar empatia e preocupação real com o bem estar de todas as Testemunhas de Jeová, especialmente aquelas que estão vendo seus Salões do Reino locais serem fechados e fundidos. Depois eles veem essas propriedades vendidas por centenas de milhares e dólares – o dinheiro deixando a comunidade e indo diretamente para os cofres e contas bancárias da Watchtower Society,

Alguém precisa cuidar dessas pessoas. No fim, parece irônico que sejam os assim chamados "apóstatas" e ex-Testemunhas de Jeová que lhes ofereça u'a mão. Certamente eles não terão qualquer ajuda da Watchtower Society e seu Corpo Governante.

Um último Comentário:

Se o "tempo de tribulação" e o "fim deste sistema" está tão próximo que as Testemunhas de Jeová não devem buscar uma educação nem melhorar seu emprego, então, porque a Watchtower está gastando tanto dinheiro com a construção de novos Salões do Reino e Salões de Assembleias? Oh, sim, ele não somente terão de volta o pagamento por seu investimento, eles também terão o direito sobre tais propriedades.

Se o Armagedom está "logo ali na esquina," porque é necessário (1) remodelar e reformar o Salão do Reino de Menlo Park somente para (2) vendê-lo por, potencialmente, milhões de dólares obrigando os membros a viajar uma distância maior até Redwood City? Será possível que o Armagedom não esteja assim tão próximo? Ou está ele num futuro muito distante – se algum?

Não acho que a Watchtower Society saiba -- ou mesmo se importe – quando ou se o Armagedom virá alguma vez.

_____________________


Este é o primeiro de três artigos relatando o caso legal e os eventos recentes envolvendo o Salão do Reino de Menlo Park, CA. Por favor, sinta-se à vontade para comentar e oferecer sugestões sobre como esses irmãos (os queixosos) podem financiar de maneira apropriada e apresentar o seu caso perante o Tribunal Federal. Se uma situação parecida está acontecendo num Salão do Reino próximo a você, por favor contate o Editor e dẽ a localização e alguns detalhes que você possa ter e que possam ser colocados aqui.


Ex-Jehovah's Witnesses Online . Takeover in Menlo Park – Part One. Publicado em http://ex-jw.com/takeover-in-menlo-park-part-one. Acesso em 13/2/2011.
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por Regis Medina em Qui Fev 17, 2011 8:47 am

Estou boquiaberto com este relato Shocked
Mais uma vez a Torre consegue me surpreender.
Difamar e puxar briga com TJs fieis por conta de imóveis super valorizados é realmente o fundo do poço.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 46

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por erreve em Qui Fev 17, 2011 10:09 am

Regis Medina escreveu:Estou boquiaberto com este relato Shocked
Mais uma vez a Torre consegue me surpreender.
Difamar e puxar briga com TJs fieis por conta de imóveis super valorizados é realmente o fundo do poço.
O assunto ainda não foi concluído. Vou procurar mais informações na Internet. Se encontrar trago para cá, ou melhor, se alguém encontrar pode trazer para cá. Isso também acontece aqui, mas como o povo aqui é muito meigo...
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Salões do Reino locais Processam a STVB&T

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum