Desassociação é antibíblica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Desassociação é antibíblica

Mensagem por erreve em Ter Dez 28, 2010 8:24 pm

A afirmação que dá título a este tópico é, acreditem, da Despertai! de 8 de janeiro de 1947.

Já que está se falando a respeito da desassociação ...

Despertai! 8 de janeiro de 1947.

A excomunhão é totalmente estranha aos ensinos bíblicos.

É antibíblico o ensino Católico Romano pelo qual “você é marcado pela mais negra desgraça … sendo amaldiçoado e condenado com o Diabo e seus demônios.”

Suas origens são pagãs – Gregos e druidas supersticiosos!

É “um instrumento pelo qual o clero obtém uma combinação de poder eclesiástico e tirania secular que não encontra paralelo em toda a história.”


DING.1947 Awake Says Excommunication is Unbiblical and Pagan!. Disponível em: http://www.jehovahs-witness.net/watchtower/beliefs/203859/1/1947-Awake-Says-Excommunication-is-Unbiblical-and-Pagan. Acesso em: 28/12/10.
Mais tarde, traduzo o artigo, ou se alguém puder traduzir, que não se avexe... Very Happy

avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por Johannes em Ter Dez 28, 2010 10:27 pm

Por um minuto eu pensei que se tratava de uma daquelas famosas argumentações "baseadas" na bíblia. Ufa!

Legal é ver todas essas seitas malucas atirando pedra na mãe católica, sem se darem de conta que devem a própria invenção do cristianismo a "Mother Church".

Falando sobre a católica, recentemente eu ouvi um esquema sobre a natividade de Jesus que me deixou com uma pulga atrás da orelha e por isso preciso pesquisar mais a respeito, quem quiser me ajudar...

Na idade média, acreditavam que o ouvido seria uma espécie de órgão feminino da concepção. Talvez essa crença tenha surgido de uma passagem da Bíblia sobre a concepção imaculada da Virgem Maria, que teria tido origem de um sopro sagrado em seu ouvido.

Trata-se de uma lenda católica da idade média onde Jesus teria sido parido pelo ouvido Maria, por isso ela continuou virgem. E por isso também era costume das mulheres na idade média usarem um tipo de headphone como parte da vestimenta, mostrando assim a santidade do ouvido de Maria!

Que a concepção tinha sido pelo ouvido de Maria eu já tinha ouvido falar, mas o nascimento em si????

Mas usando uma lógica simples é fácil de aceitar o nascimento auditivo, justamente por ter sido o ouvido o orgão "reprodutor" onde o Espírito Santo (vento?) entrou (copulou?). Se entrou pelo ouvido, saiu pelo ouvido! Hehe!

E oque dizer sobre essa lenda ter uma base psicológica da "concepção anal"?

http://books.google.com.br/books?id=FHVmFOHNr7cC&pg=PA32&lpg=PA32&dq=virgin+mary+ear+birth&source=bl&ots=1MozSQhbN3&sig=iMznE0hkrWAnPZ7qGalurh1wDno&hl=pt-BR&ei=Ss8QTf_QO8aAlAeD56XmCw&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=8&ved=0CGAQ6AEwBw#v=onepage&q=virgin%20mary%20ear%20birth&f=false






avatar
Johannes

Mensagens : 380
Data de inscrição : 10/10/2010
Idade : 35
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por erreve em Qua Dez 29, 2010 8:41 am

Tradução da página digitalizada da Despertai! de 8/1/47
Se você é uma das 138.000.000 de pessoas que nasceu e cresceu como “Protestante”,então você já está excomungado pela Hierarquia Católica Romana. Isto significa que você está marcado pelo Vaticano, pela mais negra desgraça, sendo amaldiçoado e condenado com o Diabo e seus demônios. Diz a Enciclopédia Católica (em inglês):

”Junto com anteriormente citados [infiéis, pagãos, muçulmanos, e judeus], todos que foram batizados são passíveis de serem excomungados, mesmo aqueles [protestantes] que nunca pertenceram à verdadeira Igreja, uma vez que pelo seu batismo, eles de fato são súditos dela e, obviamente, são rebeldes. Mais do que isso, a Igreja não excomunga não só aqueles que abandonaram a verdadeira fé para abraçar o sisma ou heresia [protestante] mas também os membros das comunidades heréticas e cismáticas que nelas nasceram.”

Todos os que pertencem a ordens como a maçônica, os fenianos, a Ordem Independente dos Bons Templários, Odd Fellows, Filhos da Temperância ou Cavaleiros de Pítias, também estão excomungados.

Esta é uma Lei Canônica que a Hierarquia Católica Romana procura impor com o pretexto de que é lei de Deus. A autoridade para a excomunhão, eles alegam, se baseia nos ensinamentos de Cristo e dos apóstolos e pode ser encontrada em Mateus 18:15-19; 1 Corintios 5:3-5; 16:22; Gálatas 1:8, 9; 1 Timóteo 1:20; Tito 3:10. Mas a excomunhão como usada pela Hierarquia, para punição ou como remédio (A Enciclopédia Católica) não encontra apoio nesses textos. De fato, é totalmente estranha aos ensinos bíblicos.

Então, onde se originou tal prática? A Enciclopédia Britânica afirma que a excomunhão papal não está livre da influência pagã, “e suas diversas variações não podem ser adequadamente explicadas a menos que se considere várias excomunhões não cristãs, análogas.” Os supersticiosos gregos acreditavam que, quando uma pessoa excomungada morria, o Diabo entrava em seu corpo e, portanto, para evitá-lo, “os parentes do morto cortavam seu cadáver em pedaços e os cozinhava em vinho.” Até mesmo os druidas tinham um método para expulsar aqueles que perdiam a fé em suas superstições religiosas. Portanto, este novo capítulo sobre as excomunhões foi escrito somente quando o catolicismo adotou suas práticas pagãs.

Daí em diante, à medida em que cresciam as pretensões da Hierarquia, a arma da excomunhão se tornou o instrumento pelo qual o clero obtinha uma combinação de poder eclesiástico e tirania secular que não encontra paralelo na história. Príncipes e potentados que se opunhas às Dietas emitidas pelo Vaticano foram rapidamente empalados nos postes da excomunhão e amarrados ao fogo das perseguições.
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por Regis Medina em Qua Dez 29, 2010 9:27 am

Estava para escrever aqui justamente quando TJs batam novamente em minha porta. Incrível! Como a coisa esta ruim, um senhor e um jovem que terminou o colegial que nem sabiam nada da própria fé.
Não consegui fazer o método Johannes, fui na jugular contestando o que falavam e pedindo respaldo as interpretações. Depois de colocar na parede até miarem foram perguntando se eu era TJ não omiti. O senhor saiu super bravo arrastado pelo jovem e dizendo que eu não deveria ter falado com eles nem os feito perder tempo. Bateram na casa de meu vizinho furiosos. Poxa já peguei com esses três duplas e tinha certaza que a segunda era a última pela comoção de TJs, mas a coisa anda tão desorganizada que nem avisaram.

Respirar fundo...
Então...

Então, onde se originou tal prática? A Enciclopédia Britânica afirma que a excomunhão papal não está livre da influência pagã, “e suas diversas variações não podem ser adequadamente explicadas a menos que se considere várias excomunhões não cristãs, análogas.” Os supersticiosos gregos acreditavam que, quando uma pessoa excomungada morria, o Diabo entrava em seu corpo e, portanto, para evitá-lo, “os parentes do morto cortavam seu cadáver em pedaços e os cozinhava em vinho.” Até mesmo os druidas tinham um método para expulsar aqueles que perdiam a fé em suas superstições religiosas. Portanto, este novo capítulo sobre as excomunhões foi escrito somente quando o catolicismo adotou suas práticas pagãs.
affraid

Ã- hã... Pagão...

Está mais que na hora de eu comprar um notbook... Perdi uma boa chance de me divertir mais.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por erreve em Qua Dez 29, 2010 9:50 am

Grande Johannes,

Bom dia! Smile

Johannes escreveu:Por um minuto eu pensei que se tratava de uma daquelas famosas argumentações "baseadas" na bíblia. Ufa!

Não, não era, mas também não era meu objetivo fazer uma "pegadinha".

Mas não é interessante que Rutherford tenha desqualificado os mesmos textos que as Testemunhas de Jeová usam hoje para justificar a desassociação?

Johannes escreveu:Legal é ver todas essas seitas malucas atirando pedra na mãe católica, sem se darem de conta que devem a própria invenção do cristianismo a "Mother Church".
O Rutherford falando da Igreja católica me lembra o Lula falando do FHC. É a "inveja do 'bilrinho'", que, dizia Freud, as mulheres têm de nós homens. Exclamation

Johannes escreveu:Falando sobre a católica, recentemente eu ouvi um esquema sobre a natividade de Jesus que me deixou com uma pulga atrás da orelha e por isso preciso pesquisar mais a respeito, quem quiser me ajudar...

Na idade média, acreditavam que o ouvido seria uma espécie de órgão feminino da concepção. Talvez essa crença tenha surgido de uma passagem da Bíblia sobre a concepção imaculada da Virgem Maria, que teria tido origem de um sopro sagrado em seu ouvido.

Trata-se de uma lenda católica da idade média onde Jesus teria sido parido pelo ouvido Maria, por isso ela continuou virgem. E por isso também era costume das mulheres na idade média usarem um tipo de headphone como parte da vestimenta, mostrando assim a santidade do ouvido de Maria!

Que a concepção tinha sido pelo ouvido de Maria eu já tinha ouvido falar, mas o nascimento em si????
Muito interessante!

Isso também vale para a pesquisa que você indicou.

Embora o culto a Maria existisse desde o século VIII, Silvie Barnay(*), atribui um revigoramento do culto à "Rainha do Céu" no século XII, como uma contraofensiva às dissidências internas da Igreja que estavam fervilhando naquela época (aliás, dissidências, foi o que nunca faltou aos cristãos...).

Pensando bem, faz sentido (é claro, que "faz sentido" dentro do non sense surrealista que predomina nas religiões)!

Afinal isso explicaria o dogma católico da eterna virgindade de Maria, o que seria mais fácil de explicar do que se ela tivesse parido Jesus pelos meios normais.

(*) - BARNAY, Silvie. Nossa Senhora. In: CORBAIN, Alain. História do Cristianismo. Para compreender melhor o nosso tempo. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo:WMF Martins Fontes.2009. ISBN 978-85--7827-098-8 )
avatar
erreve

Mensagens : 500
Data de inscrição : 29/09/2010

Ver perfil do usuário http://www.erreve.co.cc/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por MariaL em Sab Abr 28, 2012 11:24 am

Nos últimos dias tenho andado a pensar sobre desassociação e hoje decidi partilhar com vocês. Uma das maiores críticas ao mundo TJ é a forma como são tratados os que saem por desassociação ou dissociação. Em particular quando a rejeição vem da parte de familiares.
Alguém me corrija se eu estiver errada mas, aqui em Portugal o assunto é tratado de forma mais light.
Se forem familiares, tanto mais se forem próximos como, pais, filhos, irmãos (mesmo não vivendo na mesma casa) não é necessário haver corte. É como se fosse uma daquelas questões de consciência que ninguém deve criticar e uma daquelas regras não escritas. Toda a gente conhece a orientação, mas não é muito seguida. Só são proibidas conversas sobre assuntos espirituais e congregacionais. Conheço várias famílias onde isso se passa, sem nenhum problema. Inclusivamente na minha, com duas TJ e uma tia desassociada.
Mas ao que percebo do que tenho lido, não é assim em todo o lado.

MariaL

Mensagens : 10
Data de inscrição : 07/04/2012
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por Johannes em Sab Abr 28, 2012 12:11 pm

Por mais que a Torre tente mecanizar seu mundo, as culturas locais sempre acabam jogando um pouco de cinza no mundo preto e branco da Torre.

O tratamento com desassociados varia dentro de congregações da mesma cidade. Na minha cidade tem umas 30 congregações, e na que eu me dissociei é considerada a mais light, inclusive alguns TJ's de lá até hoje passam por mim e me cumprimentam (timidamente claro), e isso se deve porque é uma congregação do centro da cidade, onde os membros tem uma mentalidade mais "nobre", e porque é uma congregação mais cosmopolita onde tem reuniões em espanhol e LIBRAS, e isso faz com que convivam com pessoas de várias culturas e com isso a tolerância deve ser uma constante em um ambiente assim, mesmo dentro da Torre.

Já na congregação onde eu passei minha infância e parte da minha adolescência, eles vivem na idade média, são TJ's muito rigorosos. Mas com toda essa avalanche de mudanças recentes, eu fico curioso em saber como esse pessoal mais hardcore está reagindo com tudo isso. Deve ter muita gente tendo crises existenciais...
avatar
Johannes

Mensagens : 380
Data de inscrição : 10/10/2010
Idade : 35
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Desassociação é antibíblica

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum