Reginaldo se apresentando

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Reginaldo se apresentando

Mensagem por Regis Medina em Sex Out 01, 2010 9:22 am

Apesar de me chamar Reginaldo, desde pequeno acabavam sempre me chamando de "Regis" ou "Re", a parte "aldo" nunca foi popular e me acostumei assim.
Tive uma vida bem agitada, com muitos amigos e sonhos. Pequeno fui escoteiro e saí bem neste movimento tendo conquistado praticamente tudo que era possível e ganhado por diversas vezes competições e medalhas como monitor. Mais tarde entrei em movimentos de esquerda acreditando que isto seria positivo para as pessoas, tinha também muitos amigos na área do teatro em Sorocaba e fiz até alguns cursos me destacando em fazer mascaras e sendo convidado e ministrando no ano seguinte o curso de mascaras na casa da cultura de lá. Sempre gostei de me enfiar de cabeça no que acredito e olhando minha caminhada pela vida percebo que as vezes exagero e me estrepo.
Vi que o socialismo e o comunismo tinham seu lado podre e isso me decepcionou, nunca gostei de fingir não ver os erros, mesmo que eu goste de algo.
Neste tempo por volta do começo de 1989 eu era um alvo fácil para as testemunhas de Jeová.
Eu não gostava de religião, embora fosse católico semi praticante (por causa do escotismo que exige uma religião e ser freqüente a ela). Acreditava em Deus, mas tinha muitas duvidas. Meu pai muito antes desse tempo trabalhava e era amigo de um ancião muito conhecido da região de Sorocaba e Tatuí, chamado Nuncio Prati. Ele deixou em casa alguns livros e desde que eu era muito pequeno gostei de um com capa rosada chamado "Escute o grande instrutor". Cresci com as imagens das ilustrações desse livro a respeito de Deus e Jesus como figuras muito amorosas e bondosas, que em nada refletiam a minha visão dos padres e pastores. Mas meus pais nunca visitaram um salão do Reino e nem mesmo me falaram que aquele livro era de determinada religião.
Quando certa vez atendi as TJs em casa, fui armado para coloca-las contra a parede, falando das guerras, hipocrisias e da ganância religiosa. As duas moças TJs que me atenderam concordaram com tudo que eu tinha dito e me afirmaram que eles eram diferentes e que Deus não concordava com essas religiões e que Ele resolveria as aflições humanas melhor que qualquer organização ou ideologia humana.
Mas para eu saber mais disso, bastava estudar a bíblia com elas...

E assim foi, ou melhor: Assim fui.
A partir daí minha vida começou aos poucos e cada vez mais ser dirigida por outros e eu podia jurar que era por mim.



Em 1991 me batizei, um ano depois já era servo ministerial devido a minha dedicação e também pioneiro regular. Mudei vários rumos pretendidos para minha vida e me formei auxiliar de enfermagem, uma profissão técnica que me daria tempo para me "dedicar primeiro ao reino".
Comecei a atuar nos congressos na sala de emergência e fui recebendo diversos privilégios na organização. fui convidado em três ocasiões para participar e dar entrevista em congresso e assembléias. Em 2005 já estava perto de ser ancião recebendo designações especiais e quanto fui convidado para ficar 2 meses em Betel e depois ser convidado para permanecer lá.
Sempre separei os erros humanos, não vinculando isso a "organização de Jeová". Jamais deixaria as TJs por uma mágoa pessoal, tanto que passei por muitas coisas lá dentro sem "tirar o alvo de vista".
Mas tudo mudou quando me deparei com a questão de 607 AEC e a busca por uma explicação razoável. Este foi o estopim de uma reação em cadeia inimaginável para mim, que acabou por fim com eu entregando minha carta de dissociação num Domingo 30 de Setembro de 2007 à uma comissão judicativa acusado de apostasia.
geek
Mas conheci e casei com a Telma e temos dois lindos e queridos filhos.
Valeu.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reginaldo se apresentando

Mensagem por Johannes em Seg Nov 01, 2010 8:39 pm

Muito boa sua iniciativa de criar um fórum nesse molde, Reginaldo!

Os ex-TJ's precisam de um espaço assim, onde se incentiva o ceticismo. Afinal, foi usando o ceticismo que TODOS os ex-TJ's se libertaram da Torre!

Eu considero uma desonestidade intelectual sem tamanho, aqueles que se recusam a usar o próprio método, que os libertou da Torre, no restante das vertentes do cristianismo e crendices em geral.

Espero que esse espaço atraia apenas os céticos, porque ficar debatendo com os próprios ex-TJ's assuntos como ressurreição de cristo e alma imortal, é foda!

Obviamente que não se pode descartar a argumentação bíblica como método eficiente para usar no trato com TJ's. Mas é indesculpável que um ex-TJ siga acreditando no imundo cristianismo.

Aliás, um ex-TJ deve se sentir no dever de combater essa praga de fundamentalismo cristão em todas as esferas, porque eles estão decididos a se meter cada vez mais em nossas vidas, basta ver o cenário político sendo bombardeado por todos os lados com o lobby evangélico!

Não basta eles terem o controle da vida dos crédulos nas igrejas, eles querem o poder político também, e isso afeta a todos, goste ou não!
avatar
Johannes

Mensagens : 380
Data de inscrição : 10/10/2010
Idade : 35
Localização : Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reginaldo se apresentando

Mensagem por Regis Medina em Seg Nov 01, 2010 11:19 pm

Eu considero uma desonestidade intelectual sem tamanho, aqueles que se recusam a usar o próprio método, que os libertou da Torre, no restante das vertentes do cristianismo e crendices em geral.

Johannes, concordo plenamente com suas palavras. Por mais eu que tente ter empatia com ex-Tjs que se voltam novamente para a religião, para mim não faz sentido abortar um processo lógico que nos levou a deixar as TJs e que coloca na parede o próprio cristianismo. As TJs sabem que não tem credibilidade um religioso lhes apontar o dedo e nisso elas tem razão, é sem efeito.
Mas aprendi nesse tempo de apostata, que infelizmente nem todos apostatas assim o são por esclarecimento e força de caráter. Tem os que se juntam a nós por conveniência, mágoa e revolta porque seu comportamento não está se adequando ao que se exige de uma TJ, mas sem nenhum comprometimento mais nobre e esclarecido. Esses embora com raiva das TJs acabam sentindo falta de apoio espiritual e vivem como almas penadas pulando de igrejas e doutrinas por conta da preguiça mental e falta de coragem (não consigo deixar de pensar em uma pessoa que até gosto mas faz exatamente isso).

Por outro lado a argumentação que fui conhecendo de gente como vc Johannes, o Romeu, Erreve, Zebedeu, Tiago, lá no TJ Livres do Orkut antes dos fóruns, era uma argumentação com autoridade e moral. Com vcs só tenho aprendido e sido estimulado a expandir conhecimento desde então. Somos aqui em casa muito gratos.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reginaldo se apresentando

Mensagem por cabraldestroyer em Qua Dez 08, 2010 4:44 pm

Ola Reginaldo, bem vindo
avatar
cabraldestroyer

Mensagens : 14
Data de inscrição : 26/11/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reginaldo se apresentando

Mensagem por Regis Medina em Qua Dez 08, 2010 5:19 pm

Ola Cabral. Quanto tempo.
Seja bem vindo ao Céticos.
avatar
Regis Medina
Admin

Mensagens : 625
Data de inscrição : 28/09/2010
Idade : 47

Ver perfil do usuário http://exjeovaceticos.foro.bz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reginaldo se apresentando

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum